artigo
imprimir

10 dicas para gerir o stresse na diabetes

Sabia que quando uma pessoa está sob stresse os níveis de açúcar tendem a subir?

O estado ansioso faz com que o organismo entre em estado de alerta, produzindo mais hormonas como a adrenalina e o cortisol. Estas hormonas levam ao aumento da produção de energia no organismo para que a pessoa esteja apta para enfrentar a situação e lidar com possíveis «ameaças».

 

O stresse pode ser súbito ou de longa duração. Estudos demonstram que o stresse prolongado está associado a um aumento dos níveis da glicose e consequente descontrolo da diabetes.

 

O stresse pode ainda ser físico ou mental. No primeiro caso pode desencadear ou decorrer de sintomas físicos, enquanto o stresse mental está mais relacionado com a reação a uma determinada situação com impacto emocional, como o luto, entre outras.

 

Inevitavelmente, a resposta e perceção do stresse dependem da experiência individual de uma pessoa num dado momento da sua vida. Porque a relação entre o stresse e a diabetes é bem conhecida, é fundamental agir. Siga as dicas para impedir que o stresse tome conta da sua vida e influencie a sua relação com a diabetes.

10 dicas para gerir o stresse
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    1 | Identifique a origem do stresse

    Ao identificar o que lhe causa ansiedade pode encontrar estratégias para controlar a situação. Afinal, pode ser necessário desenvolver novas competências e treinar formas de enfrentar e prevenir o estado ansioso. Procure ainda perceber se a origem do stresse é súbita ou de longa duração para melhor compreender a extensão do problema.

     

    1 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    2 | Antes de mais, consulte um profissional de saúde

    Não hesite em contactar um profissional de saúde especializado, quer sinta que o seu stresse persiste, quer sinta apenas a necessidade de discutir questões e receios. O diálogo com o médico poderá ajudá-lo a conhecer melhor o seu estado de saúde e quais os caminhos a seguir.

    2 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    3 | Que tal experimentar terapias de relaxamento?

    É importante encontrar uma ou mais terapias de relaxamento com as quais se sinta bem, mas não se sinta pressionado a seguir uma opção porque lhe disseram que «faz bem». Afinal relaxamento e pressão não andam de mãos dadas. Colocar muitas expectativas numa atividade pode levar à frustração e resistência em experimentar alternativas. 

    3 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    4 | Peça orientações a um nutricionista

    Adotar uma alimentação equilibrada e variada não é fácil: entre tantas opções, informações e restrições é normal sentir-se cansado e com stresse na hora de cozinhar. Procure o aconselhamento de um nutricionista para o ajudar a encontrar novos hábitos saudáveis, feitos ao seu gosto.

    4 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    5 | Pratique mais exercício físico

    O exercício físico é bom tanto para o controlo da diabetes, como para o controlo do stresse. Crie rotinas de exercício físico regular ou opte por espaços onde possa beneficiar de acompanhamento personalizado por um profissional.

    5 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    6 | Cuide do seu sono

    Mais do que um hábito, o sono é uma necessidade fisiológica. Tantas vezes descurado na prática clínica, tendemos a assumir a qualidade do sono como uma responsabilidade e rotina individual. Procure conhecer os seus ciclos de sono, optando por dormir nas horas mais indicadas para si. Não deixe ainda de discutir o assunto com o seu médico no caso de sentir que a qualidade do seu sono está relacionada com o stresse ou diabetes.

    6 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    7 | Trabalhe o seu autoconhecimento

    Todas as pessoas são diferentes e é inevitável que haja pessoas mais permeáveis ao stresse e ao nervosismo do que outras. Aumentar o seu autoconhecimento pode ajudá-lo a ganhar mais controlo sobre si mesmo e sobre a forma como o exterior o afeta.

    7 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    8 | Aproveite a energia para os seus hobbies

    Com a energia extra do stresse, aproveite para fazer algo que o faça sentir bem. É natural que no início lhe pareça difícil ou mesmo impossível conseguir concentrar-se noutra coisa que não a sua ansiedade. No entanto, se mantiver o objetivo conseguirá transformar o stresse em algo positivo.

     

    8 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    9 | Prepare-se para a mudança

    Esteja consciente sobre as mudanças e implicações para a sua vida. A mudança será talvez a única constante da vida e quando o stresse e diabetes surgem é necessário repensar a rotina. Se lhe parece assustador olhar para o futuro sem a organização dos seus hábitos, prepare-se para a mudança definindo objetivos realistas que o ajudam na gestão de cada dia.

     

    9 / 10
  • 10 dicas para gerir o stresse
    stresse na diabetes

    10 | Assuma uma atitude resolutiva

    Perante a adversidade, procure ter uma atitude pragmática e resolutiva: identifique os problemas e as questões com o objetivo de encontrar respostas e soluções. Questões como «o que posso eu fazer acerca deste problema/situação?», «que recursos tenho ao meu dispor?», «com quem posso contar?» poderão ajudá-lo a relativizar o stresse.

    10 / 10
artigo

24.

7 dúvidas comuns sobre diabetes

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

 

Fontes

Referências

  • Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP)
artigo
imprimir
anterior seguinte