artigo
imprimir

Dicas para gerir a diabetes do filho

Ter um pequeno lá por casa com diabetes não é uma tarefa fácil. Afinal, é preciso ensiná-lo a conviver com uma doença que terá por toda a vida. Eis algumas dicas que o podem ajudar.

Um diagnóstico de diabetes na infância é normalmente sinónimo de diabetes tipo 1, ou seja, a criança terá de aprender a fazer o tratamento com insulina e a gerir o seu estilo de vida desde cedo. É um exemplo claro de que é mesmo de pequenino que se torce o pepino. E hoje, trazemos algumas dicas que podem ajudar os pais a gerir a diabetes do filho.

 

 Ao princípio, a notícia pode parecer um choque, além de ser uma fonte de inúmeras preocupações sobre o futuro. Contudo, com o tratamento e conhecimento disponível sobre a doença, não há razões para que a criança não cresça saudável. A diabetes não tem de ser um obstáculo aos sonhos e expectativas dos mais pequenos. É, contudo, inegável que os pais têm um papel fundamental em manter o bem-estar da criança e em ensinar-lhe o que precisa de saber e como gerir a doença.

 

É importante que os pais saibam quando pedir ajuda: afinal, além de pais são cuidadores que têm uma tarefa extra de proteger a saúde dos pequenos, dia após dia. Um cuidador é isso mesmo, alguém que garante o bem-estar e ajuda quem precisa nas suas necessidades de todos os dias.

artigo

28.

Diabetes infantil: é possível prevenir?

Sem mais demoras, descubra as nossas sugestões:

Dicas para gerir a diabetes do filho
  • Dicas para gerir a diabetes do filho

    | Crie uma rotina

    Ao início, e para a criança aprender a conhecer a doença e o tratamento, poderá ser melhor criar rotinas diárias. Comer, administrar a insulina e fazer as medições da glicemia sempre a horas certas pode evitar esquecimentos e ajudar a sedimentar as melhores práticas que a criança deve ter ao longo da vida no que toca à gestão da doença. Se necessário, envolva a escola e as pessoas que têm contacto com a criança ao longo do dia nesta gestão, de modo a garantir que a rotina é cumprida. Além disso, ensine a criança de que um desvio à rotina implica planeamento, para que o próprio hábito de planear imprevistos surja na criança.

     

    1 / 6
  • Dicas para gerir a diabetes do filho

    | Adira à tecnologia

    São cada vez mais as aplicações e ferramentas digitais criadas a pensar em situações específicas, sejam para a gestão de doenças, de exercício físico ou alimentação. Se o seu pequeno é fã das tecnologias, porque não dar-lhe sugestões que o podem ajudar a aprender e a cuidar de si. Esta opção estimula a criança no seu auto-cuidado e há até apps que podem ser partilhadas entre filhos e pais para que não tenha de passar o dia preocupado enquanto estão na escola.

    E claro, mantenha-se informado sobre as novidades e inovações na diabetes.

    2 / 6
  • Dicas para gerir a diabetes do filho

    | Repense o estilo de vida da família

    Encorajar toda a família a manter um estilo de vida saudável pode ajudar a criança, não só porque terá ao redor os melhores exemplos, mas também porque vai evitar que se sinta excluída ou «castigada». Pergunte ao médico qual a alimentação e tipo de exercício físico recomendados e envolva toda a família na mudança.

     

    3 / 6
  • Dicas para gerir a diabetes do filho

    | Promova a independência e a participação em atividades de crianças

    Ter receio pela criança que tem diabetes é normal, sobretudo se for muito pequena. No entanto, evite ser excessivamente protetor. Se a criança terá de conviver com a doença ao longo da vida, o ideal será promover a sua independência, delegando-lhe tarefas na gestão da diabetes e controlando os resultados. Além disso, incentive a criança a participar nas atividades normais, como excursões escolares, brincadeiras e outros eventos, para que se sinta à vontade com a doença e aprenda a geri-la em qualquer contexto.

    4 / 6
  • Dicas para gerir a diabetes do filho

    | Garanta que a criança tem consigo algo que identifique a doença

    Na diabetes tipo 1, o risco de hipoglicemia é mais elevado. É também normal que a criança esteja ainda a conhecer a doença, podendo não reconhecer sintomas de que algo não está bem. É assim, fundamental que a criança tenha consigo algo que identifique que tem a doença, para que em caso de emergência quem está ao seu redor saiba o que fazer e quem contactar.

    5 / 6
  • Dicas para gerir a diabetes do filho

    | Ensine a criar o seu kit diabetes

    Na diabetes, entre o tratamento com insulina, ferramentas para fazer a medição da glicemia, os snacks a ter por perto, pode ser importante ensinar a criança a montar o seu kit de diabetes. Incentive-a a selecionar as coisas que deve ter sempre consigo, a escolher os snacks, a incluir um diário da diabetes ou outras ferramentas que promovam a segurança da criança no dia a dia.

    6 / 6

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

 

 

 

Fontes

Referências

  • Diabetes UK
  • myDr
  • WebMD
artigo
imprimir
anterior seguinte