artigo
imprimir

As complicações vasculares na diabetes

A diabetes mal controlada pode trazer consigo complicações na circulação sanguínea. Hoje, trazemos-lhe uma perspetiva geral sobre este problema.

Patrocinado por

A diabetes pode trazer várias complicações com o passar do tempo, devido ao excesso de glicose no sangue, típico da doença. Entre os vários tipos, as complicações vasculares na diabetes são comuns e podem ter um grande impacto nos vários sistemas do organismo.

 

Assim ,lembre-se de que a probabilidade de vir a ter complicações é maior caso os valores de glicémia não estejam controlado. Ou seja, o primeiro passo para prevenir ou evitar a progressão desses problemas passa por vigiar regularmente a glicemia e procurar estratégias com a ajuda de profissionais de saúde para a manter sob controlo.

 

Complicações vasculares na diabetes são, na verdade, os vários problemas que surgem associados ao sistema circulatório.

As complicações vasculares na diabetes

As complicações nas artérias, chamadas de complicações vasculares, podem ser:

 

  • Complicações microvasculares (isto é, quando são os pequenos vasos sanguíneos afetados): responsáveis por problemas nos olhos (retinopatia), rins (nefropatia) e nervos (neuropatia);

 

  • Complicações macrovasculares (ou seja, quando são danificados os grandes vasos): causando, por exemplo, acidente vascular cerebral (AVC), doença arterial coronária (problemas no coração) e doença arterial dos membros inferiores.

 

Contudo, existem ainda, outras complicações da diabetes, para além das micro e macrovasculares, que estão relacionadas com o impacto da diabetes no sistema circulatório são:

 

 

As artérias são os vasos que enviam o sangue carregado de oxigénio, nutrientes e outros componentes (entre eles a glicose) desde o coração até aos outros órgãos e membros. Mas, na diabetes, o excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia) pode danificar as artérias do nosso sistema circulatório.

 

Além das artérias que transportam o sangue do coração ao resto do corpo, existem as veias, os vasos responsáveis por trazer o sangue de volta para o coração. Esse sangue, já «usado» pelas células, está por sua vez carregado de dióxido de carbono. Apesar de a diabetes não ser uma causa explícita de insuficiência venosa ou de veias varicosas (já falaremos melhor sobre isto), é sabido que a diabetes tem um impacto importante na saúde destes vasos.

 

artigo

121.

A diabetes e a insuficiência cardíaca

Cuidados a ter na diabetes

Nunca é demais relembrar a extrema importância em manter a diabetes controlada, através de medidas como por exemplo:

 

  • Dieta saudável e equilibrada, com prática regular de exercício físico;
  • Controlo do peso;
  • Cumprir a medicação prescrita pelo médico;
  • Frequentar as consultas de vigilância da diabetes, com realização de análises frequentes (nomeadamente a hemoglobina glicada);
  • Vigiar os seus pés e pernas (ganha ainda mais importância caso haja insuficiência venosa);

 

Fontes

Referências

  • Dynamed
  • Premier Vein & Vascular
  • The New Jersey Vein and Vascular Center
  • Fejfarová V, et al, 2017
artigo
imprimir
anterior seguinte