artigo
imprimir

Prevenir a doença renal na diabetes

No longo prazo, a diabetes pode ter um impacto significativo na saúde dos rins. No entanto, está ao seu alcance evitar que isto aconteça. Descubra como!

Patrocinado por

A diabetes é uma doença crónica conhecida pelas múltiplas complicações que pode desencadear a longo prazo, entre as quais as que afetam a saúde renal. Assim sendo, prevenir a doença renal diabética é essencial para garantir um futuro saudável e livre de complicações que podem ter um grande impacto na saúde.

 

Estima-se que a prevalência de doença renal crónica em pessoas com diabetes seja de 42,3 %, em comparação com 9,4 % nas pessoas não diabéticas. Mas porque é que isto acontece? Em suma, porque os níveis continuamente elevados de glicemia têm impacto nos vasos sanguíneos do rim e levam a um aumento do esforço deste órgão para que continue a desempenhar a sua função de filtragem. Felizmente, há muito que pode fazer para evitar que isto aconteça.

Como prevenir a doença renal diabética

Mantenha um controlo apertado dos valores de glicemia

 

O controlo da glicemia instituído de forma precoce está associado a uma redução do risco de complicações microvasculares. Ou seja, pode prevenir o aparecimento de lesões ao nível dos vasos sanguíneos renais e, consequentemente, os problemas renais associados à diabetes.

 

E, já agora, controle também a pressão arterial

 

A pressão arterial elevada tem um grande impacto na saúde renal e, sobretudo, na rapidez com que a doença renal progride. Por cada aumento de 10mmHg da pressão arterial sistólica (ou seja, a tensão arterial máxima), o risco de vir a desenvolver doença renal crónica após 15 anos é de 15%.

 

Em primeiro lugar, pense no que pode fazer para manter valores de pressão arterial saudáveis:

 

  • Mantenha um peso saudável;
  • Garanta que consome menos sal na alimentação;
  • Evite o consumo de álcool e de tabaco;
  • Faça exercício físico de forma regular.

 

De uma forma geral, recomenda-se que pessoas com diabetes tenham valores de pressão arterial inferiores a 140/90 mmHg. No entanto, valores-alvo ainda mais reduzidos deverão ser considerados em alguns doentes de maior risco. Ou seja, a avaliação deve ser feita caso a caso pela equipa médica, considerando o risco-benefício.

 

Para que possa alcançar os valores de pressão arterial mais adequados para si situação de forma a prevenir a doença renal, consulte a sua equipa de saúde assistente e esclareça todas as suas dúvidas.

artigo

259.

Existe uma relação entre diabetes e doença renal crónica?

Monitorize periodicamente os parâmetros associados à função renal

 

Se é diabético e tem como objetivo prevenir a doença renal, fale com o seu médico no sentido de avaliar periodicamente a função dos rins. Isto é, considere a necessidade de analisar regularmente a:

 

  • Presença de albumina na urina;
  • Taxa de filtração glomerular (uma medida que avalia a função renal);
  • Pressão arterial.

 

Mantenha sob controlo os parâmetros lipídicos

 

Sabia que os níveis de colesterol elevados podem acelerar a progressão da doença renal crónica em pessoas com diabetes? Assim sendo, é também importante manter níveis saudáveis de colesterol e de triglicéridos, através da dieta e do exercício físico e, se necessário, através de medicação.

 

Alimentação saudável, sempre!

 

Outra forma de prevenir a doença renal é seguir uma dieta com um teor reduzido em de sal. Além disso, para pessoas que já têm microalbuminúria – uma consequência da diabetes na saúde renal, pode ser aconselhável reduzir o teor de proteínas da alimentação. Para pessoas diabéticas com doença renal crónica que não estão dependentes de diálise aconselha-se um consumo diário de 0,8 g por Kg de peso corporal. No entanto, antes de iniciar uma dieta hipoproteica aconselhe-se sempre com o seu médico ou com um nutricionista.

 

Deixe de vez o consumo do tabaco

 

O consumo de tabaco é responsável pelo estreitamento das artérias, incluindo dos pequenos vasos sanguíneos renais. Ou seja, pode afetar a função renal. Além disso, os hábitos tabágicos aceleram a evolução da doença renal e estão associados a um aumento da albuminúria, bem como da pressão arterial.

 

Adira a um estilo de vida saudável

 

Manter a forma, garantir um peso saudável e ocupar-se com atividades que o ajudam a descontrair e a reduzir o stresse pode ainda ajudá-lo a prevenir a doença renal.

artigo

135.

4 dicas para reduzir o consumo de sal

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Fontes

Referências

  • Associação Portuguesa de Insuficientes Renais
  • National Kidney Foundation (NKF)
  • American Heart Association (AHA)
  • American Diabetes Association (ADA)
  • Diabetes Canada
  • Afkarian, M, et al, 2013
artigo
imprimir
anterior seguinte