Pub
Pub
artigo
imprimir

Compreender a neuropatia periférica

A neuropatia é uma das complicações da diabetes. E, entre os diferentes tipos, a neuropatia periférica é especialmente preocupantes nos doentes diabéticos. Neste artigo vamos explicar os porquês.

Se a neuropatia diabética é a complicação mais comum da diabetes, a neuropatia periférica é particularmente complicada. Isto porque pode causar complicações associadas a problemas já difíceis de controlar na dibetes como, por exemplo, o pé diabético. É, também, o tipo mais comum na diabetes. Nesse sentido, perceber o seu funcionamento (e o porquê de se chamar periférica) é um passo importante para a poder controlar e, claro, evitar as suas mais graves complicações.

Mas antes de mais, o que é o sistema nervoso periférico?

Existe no nosso corpo uma rede de células chamadas neurónios, a que convencionalmente chamamos nervos. Estes nervos, ligados uns aos outros e aos vários órgãos do nosso organismo, permitem transmitir um conjunto de sinais. E para que servem esses sinais? Para que esses mesmos órgãos possam funcionar, ou seja, regulam a sua atividade.

 

Estes nervos têm diferentes designações de acordo com a sua função:

 

  • Sensoriais – transmitem sensações, como a dor ou o toque;
  • Motores – controlam os músculos;
  • Autónomos – controlam as funções autónomas do corpo, ou seja, aquelas que o corpo realiza sem termos consciência delas, por assim dizer. Ex.: a pressão arterial ou a função da bexiga.

 

Este sistema nervoso periférico difere do sistema nervoso central, composto pelo cérebro e pela medula espinal.

Quando entra em jogo a neuropatia diabética

Esta rede complexa pode surgir afetada na diabetes por vários motivos. A consequência é a perda progressiva destas células, com os problemas associados dependendo das zonas afetadas. A neuropatia é a complicação mais comum da diabetes, tanto do tipo 1 como do tipo 2. No entanto, neste segundo caso tende a ser uma complicação tardia, em que cerca de 50 % dos doentes com diabetes tipo 2 podem ter uma neuropatia significativa com consequências graves como a ulceração do pé. Lembre-se: a neuropatia é capaz de prejudicar todo o corpo e de ser causa de uma significativa diminuição da qualidade de vida e até mortalidade.

Neuropatia periférica: um dos tipos de neuropatia diabética

Há 4 tipos principais de neuropatia diabética. Isto porque dizem respeito aos danos provocados em diferentes nervos.  Assim sendo, as consequências são diferentes também. Um desses tipos é a neuropatia periférica. Seria de esperar que isso se devesse ao facto de ela afetar o sistema nervoso periférico. Mas, não apenas. Neste caso, a neuropatia periférica ganhou essa designação porque se desenvolve nas extremidades do corpo, como as mãos, os pés e os braços, lesando nervos que se encontram nessas regiões. É um tipo de neuropatia muito comum nos doentes diabéticos, sendo que 1/3 dos doentes pode ser afetado.

 

Diferentes tipos de neuropatia periférica

 

A neuropatia periférica difere na medida em que pode afetar:

 

  • Apenas 1 nervo (mononeuropatia);
  • Vários nervos (mononeuropatia múltipla);
  • Todos os nervos do corpo (polineuropatia).

 

A polineuropatia é a mais comum e manifesta-se primeiro nos nervos mais compridos, sendo que se espalha depois para os outros. Por isso, a maior parte das vezes começa nos pés, dando depois uma sensação de que se está a espalhar para cima, afetando as mãos.

 

Os sintomas

 

Os principias sintomas de neuropatia periférica podem ser constantes ou irem desaparecendo e voltarem com o tempo. Incluem:

 

  • Dormência e formigueiro nos pés e nas mãos;
  • Dor que se sente como ardor, picada ou uma sensação aguda nas áreas afetadas;
  • Perda de equilíbrio ou coordenação;
  • Fraqueza muscular, especialmente nos pés.
artigo

108.

Diabetes sob controlo

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Fontes

Referências

  • Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
  • DireçãoGeral de Saúde (DGS)
  • National Health System UK (NHS)
  • Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP)
artigo
imprimir
anterior seguinte