Pub
Pub
artigo
imprimir

O que é a glicemia capilar?

Para um bom controlo glicémico, é muito importante estarmos familiarizados com o conceito de glicémia capilar. Afinal o que é e para que serve?

A glicemica capilar é o nível de açúcar que circula no sangue num determinado momento. Ou seja, é o valor de glicemia que obtemos ao fazer a medição com picada no dedo.

 

Como sabemos, o que caracteriza a diabetes é a hiperglicemia, isto é, o excesso de açúcar no sangue. Tal acontece porque, na diabetes, o pâncreas não produz insulina suficiente ou a que produz não é eficaz no organismo. Se a insulina é pouca ou ineficaz, o açúcar não é utilizado pelas células e acumula-se no sangue, causando danos aos órgãos e complicações. Para evitar essas complicações e atrasar a progressão da doença é fundamental medir a glicemia capilar e manter um bom controlo glicémico. E o que significa um bom controlo glicémico? Significa que, graças à dieta, exercício e medicação, os níveis de açúcar no sangue estão dentro dos valores normais, apesar da doença.

Como se mede a glicemia capilar?

Antes de realizar este procedimento em casa, é muito importante que lhe seja ensinado por um profissional de saúde, para que não comenta erros. Para medir a glicemia capilar, são necessários os seguintes instrumentos:

 

  • Medidor de glicemia;
  • Lancetas;
  • Tiras-teste de glicose.

 

É um procedimento simples que pode fazer a si mesmo, em casa. Consiste em picar a zona lateral do seu dedo e usar essa pequena gota de sangue no medidor, que irá ler o valor de açúcar na gota. Antes de mais, coloque a tira-teste no medidor de glicemia, para que esteja já preparado. Depois, lave as mãos com água e sabão. As mãos devem estar bem limpas para que o resultado não seja afetado. Escolha o dedo que vai picar: deve ser sempre a zona lateral, por ser menos sensível, e preferencialmente deve evitar o polegar e o dedo indicador. Com a lanceta, pique o dedo e pressione levemente até sair uma gota de sangue. Deve colocar a gota na tira em quantidade suficiente para a preencher. Depois, limpe o dedo com algodão seco e pressione para que o sangramento estanque. O resultado aparecerá no seu medidor de glicemia.

 

artigo

137.

Medir a glicemia em casa – um guia para iniciantes

Quantas vezes devo medir a glicemia capilar?

As recomendações adiante apresentadas são as orientações genéricas que se aplicam à população em geral. No entanto, é fundamental que discuta com o seu médico a quantidade de vezes que deve medir a glicemia em casa, uma vez que só este conhece o seu caso particular e poderá aconselhar o número adequado de medições.

 

  • Diabetes tipo 1, o tratamento é exclusivamente a insulina. Normalmente, o esquema de insulina inclui várias doses por dia, pelo que a medição da glicemia capilar deve ser feita várias vezes durante o dia. Pelo menos 4 vezes por dia.

 

  • Diabetes tipo 2, já é diferente. Se o tratamento for feito exclusivamente com antidiabéticos orais, a medição da glicemia capilar não precisa de ser tão rigorosa. Pode ser importante para ajudar a compreender como está a conseguir fazer o controlo da glicemia, mas é especialmente importante em situações específicas, nomeadamente se experienciar sintomas que sugiram hipoglicemia. Nesse caso, deve sempre verificar e corrigir, caso assim seja. Se o tratamento não for com insulina, poderá fazer a medição pelo menos 1 vez por dia. No entanto, se o tratamento incluir insulina, é aconselhado medir a glicemia normalmente 2 vezes por dia, em jejum e após o jantar.

 

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Fontes

Referências

  • Diabetes UK
artigo
imprimir
anterior seguinte