Pub
Pub
artigo
imprimir

O que é a gordura visceral?

Certamente já terá ouvido falar em gordura visceral e a fama que tem… não é assim tão boa! Hoje descubra do que se trata e quais os riscos para a saúde.

Quando ouvimos falar em gordura corporal automaticamente pensamos em algo negativo, relacionado com excesso de peso ou com uma forma menos elegante. No entanto, sabia que a gordura é importante para o organismo? Sim, é verdade. Ainda que isto não seja verdade para todos os tipos de gordura como, por exemplo, a tão conhecia gordura visceral (também chamada de gordura abdominal). Este é o tipo de gordura que quer evitar a todo o custo. Mas, em primeiro lugar, falemos sobre os diferentes tipos e localizações.

Os diferentes tipos de gordura corporal

A gordura corporal é importante não só para armazenar calorias em excesso que o organismo poderá utilizar em períodos de fome, mas também para libertar hormonas que controlam o metabolismo. No entanto, é importante saber que existem diferentes tipos. Podemos falar em diferentes tipos de gordura do ponto de vista celular (vários tipos de células de gordura), como da localização (diferentes tipos de locais onde a gordura se aloja).

 

De acordo com a WebMD, as células de gordura podem ser células brancas, beges ou castanhas, com diferentes funções associadas. Por outro lado, quanto à localização podemos ter gordura subcutânea (por baixo da pele) e, por exemplo, o alvo da nossa atenção hoje: a gordura visceral.

A gordura visceral: um inimigo da sua saúde

A gordura visceral é essencialmente composta por células de gordura brancas. Além disso, armazena-se sobretudo no abdómen e rodeia órgãos importantes do organismo como, por exemplo, o fígado, o pâncreas ou o coração. Hoje, sabe-se que ter uma elevada quantidade de gordura visceral está associado a vários riscos para saúde:

 

 

Assim sendo, é importante ter atenção às suas gordurinhas corporais. Mas atenção! Como já referimos, a gordura tem um papel importante. Ter atenção à sua composição corporal não significa aderir a dietas pouco saudáveis. Ou seja, ainda que os riscos para a saúde ou o tratamento da diabetes o preocupem, não deixe de garantir que faz uma alimentação saudável e adequada às suas necessidades.

artigo

250.

Os diabéticos podem fazer dieta?

Infelizmente, não é fácil perceber qual a quantidade de gordura visceral que tem no corpo, dado que alguma está armazenada ao redor dos órgãos e é impercetível. Ainda assim, uma boa forma de perceber é através da medida do perímetro abdominal. Isto porque a investigação nos tem mostrado que uma barriguinha maior está relacionada com uma maior proporção de gordura visceral.

 

Se a gordura abdominal o preocupa, não deixe de levar as suas questões ao seu médico assistente. Agir é o primeiro passo para prevenir quer a gordura visceral, quer os problemas a ela associados.

Fontes

Referências

  • Diabetescouk
  • Harvard Medical School
  • WebMD
  • Healthline
artigo
imprimir
anterior seguinte