Pub
Pub
artigo
imprimir

O que é a hipoglicemia reativa?

Já ouviu falar em hipoglicemia reativa? Hoje explicamos-lhe do que se trata, qual a sua origem e sintomas, bem como o que é preciso para obter o diagnóstico.

A hipoglicemia reativa, ou hipoglicemia pós-prandial, pode ser caracterizada por uma diminuição dos níveis de glicose no sangue, até 4 horas após uma refeição. Ocorre em pessoas com ou sem diabetes e além de pouco frequente, pode, sobretudo, ser difícil de diagnosticar. Neste artigo descubra qual a sua origem e sintomas!

Quais são as principais causas da hipoglicemia reativa?

Pensa-se que a principal causa seja a presença de níveis elevados de insulina após uma refeição com hidratos de carbono. Este excesso de produção e secreção de insulina continua mesmo após a glicose derivada da refeição ingerida ter sido digerida. Ou seja, isto leva a que os níveis de glicose em circulação atinjam valores abaixo do normal.

 

Os mecanismos que podem causar um aumento da atividade do pâncreas ainda não são totalmente conhecidos. No entanto, algumas das hipóteses que são apresentadas pelos especialistas são a presença de:

 

  • Insuficiência de enzimas específicas que metabolizam os alimentos (como, por exemplo, a ausência da enzima necessária para a metabolização da frutose);
  • Síndrome após cirurgia bariátricabypass gástrico;
  • Insulinoma, ou seja, um tumor endócrino do pâncreas, raro, com origem nas que segregam insulina.

 

Outra das hipóteses apresentadas seria uma insuficiência de secreção de glucagon.

Saiba reconhecer os sintomas

Alguns dos principais sintomas de hipoglicemia são, por exemplo:

 

  • Fadiga;
  • Sensação de fraqueza;
  • Confusão mental;
  • Tremores;
  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Sudação;
  • Visão turva;
  • Ansiedade e irritabilidade;
  • Desejo por alimentos doces;
  • Aumento do apetite (sensação de fome constante);
  • Palpitações;

 

Em situações mais severas podem ocorrer convulsões ou desmaio.

Como obter um diagnóstico correto?

A presença dos sintomas anteriormente referidos não é suficiente para efetuar um diagnóstico. Assim sendo, na maioria das vezes, é necessário olhar também para a história clínica detalhada e, em particular, para os hábitos alimentares e relação temporal entre os sintomas e as refeições.

 

Além disso, para que uma pessoa sem diabetes seja diagnosticada com hipoglicemia reativa deve apresentarníveis de glicose abaixo de cerca de 55 mg/dL no momento dos sintomas. Os valores devem ser medidos através de exames laboratoriais (ou seja, não através dos testes de «picada no dedo»). Deverá ainda ocorrer uma melhoria dos sintomas quando os níveis de glicose aumentam.

 

É importante salientar que pode ter alguns dos sintomas sem que estes estejam relacionados com hipoglicemia. Se reconhecer algum destes sintomas após as refeições, consulte o seu médico para obter um diagnóstico correto e encontrar a melhor forma de tratamento para si.

artigo

68.

Afinal o que é a hipoglicemia noturna?

Junte-se à comunidade Diabetes 365º!

Fontes

Referências

  • Diabetescouk
  • National Health System UK (NHS)
  • Sociedade Brasileira de Diabetes
  • Hormone Health Network
  • Cardoso L, et al, 2013
  • Cryer PE, et al, 2009
artigo
imprimir
anterior seguinte